O paradoxo da UE.

24

Desde que a pedra angular da União Europeia puseram-se em 1950 com a declaração de Schuman, Europa mudou muitas coisas. O processo de integração europeia é um bom exemplo no mundo a fim de aumentar as oportunidades para cidadãos e empresas. No entanto, Há muitas pessoas na Europa que acreditam que a UE não é uma boa idéia. Este é o paradoxo da UE e, na minha opinião, É uma consequência lógica por várias razões.

Historicamente, em quase todas as alterações importantes nos países, cidades ou grupos de população, há sempre pessoas a favor e contra. Por exemplo, em muitas cidades da Espanha, há a expansão das áreas pedonais no centro das cidades: em geral, os cidadãos estão de acordo, Mas os empresários que têm seu comércio no mesmo lugar são opostos à idéia inicialmente. Principalmente, esto se debe al hecho de la disminución de las ventas cuando las obras de estas áreas peatonales tienen lugar y por tanto por la posibilidad de perder sus clientes.

O que estou preocupado, o paradoxo da UE é quase o mesmo exemplo, Mas muito mais difícil de entender. Neste processo importante tornar-se uma grande união econômica e política, Há indivíduos ou grupos de pressão contra porque perdem o poder. E eles usam seus meios de comunicação, como os jornais para confundir as pessoas. Podemos ver este fenômeno em quase todos os países da Europa. Outro exemplo em Espanha: Durante esta crise terrível com desemprego perto da 30%, Existem especialistas e políticos que explicar à população a seguir: Se a Espanha fora da UE, o país poderia desvalorizar a moeda para ganhar competitividade no mundo e poderia ser Espanha baixou a taxa de desemprego. Mas eles também possam explicar o resto das consequências de abandonar o euro ou a União Europeia.

Como já expliquei, neste processo, os parlamentos dos países e regiões estão perdendo o poder de decisão. E ao mesmo tempo, o Parlamento Europeu e a Comissão Europeia estão ganhando poder. Como um resultado, Existem grupos regionais contra por causa desta perda de poder de decidir. Embora, em geral, Estas mudanças são melhores para os cidadãos, Pode haver empresas contra, porque por exemplo, eles preferem ser regulada pelas políticas da UE. Neste ponto, Vimos um bom exemplo com os bancos na Espanha. Até o ano 2011 aproximadamente, bancos na Europa e a Espanha não tinha qualquer problema com os seus governos. De 2011, os bancos têm vindo a fazer muitas mudanças na sua contabilidade a fim de ser rentável e não ser um problema para seus países e cidadãos.

Por outro lado, a União Europeia é menos popular entre os jovens cidadãos. Na minha opinião, a razão principal é o desemprego enorme entre esta população. (54,6% em Espanha). Eles podem pensar que os políticos na Europa poderiam fazer mais coisas para resolver este problema importante. Como um resultado, Eles estão mais expostos a soluções drásticas de vários grupos políticos sobre fora da UE para ganharem competitividade no mundo.

Em resumo, Eu acho que a União Europeia tem, em geral, uma influência positiva na sociedade e economia. Tem muito bons programas para desenvolver o continente em uma variedade de campos: Programa de educação de Erasmus ou Leonardo, Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) em infra-estrutura … Apesar do fato de que a UE apenas gerencia o 1% do orçamento da UE, seus programas são muito populares na sociedade. Na minha opinião, pode ser uma boa idéia para desenvolver programas especiais para diminuir a taxa de desemprego em primeiro lugar. Segundo, o desenvolvimento de outros programas a fim de aumentar a mobilidade e a prosperidade para os cidadãos da Europa. Por conseguinte, o paradoxo da UE pode diminuir ou desaparecer em breve.

O paradoxo da União Europeia – Juan Antonio Corbalán

Desde que o primeiro marco foi colocado 1950, com a declaração de Schuman (1), Europa tem vindo a mudar muitas coisas. O processo de integração europeia é um bom exemplo no mundo a fim de aumentar as oportunidades dos cidadãos e pessoas de negócios. No entanto, Há muitas pessoas na Europa, quem pensa que a UE não é uma boa idéia. Este é o paradoxo do EU e, na minha opinião, é uma consequência normal devido a várias razões.

Historicamente, em quase todas as alterações importantes nos países, cidades ou grupos da população são sempre as pessoas a favor e em contra. Por exemplo, em muitas cidades da Espanha, há uma expansão das áreas pedonais no centro das cidades: em geral, os cidadãos estão de acordo, mas empresários que têm a sua loja ou empresa no mesmo lugar são normalmente contra (2). Principalmente, Isto é devido ao fato da diminuição das vendas quando as construções dessas áreas pedonais toma lugar e depois, a possibilidade de perder clientes em suas áreas.

As far as I am concerned, the EU paradox is almost the same example but much more difficult to understand it. In this important process to become a huge economic and political union, there are people or lobbies against because they are going to lose power. And they use their means, like newspapers or other media in order to confuse people. We can see this phenomenon in almost every country in Europe (3). Another example in Spain: during this terrible crisis with unemployment close to 30%(4) (5), there are experts and politicians who explain to the population the following: If Spain left EU, the country could depreciate the currency to earn competitiveness in the world and Spain could low the unemployment rate (6). But, na minha opinião, they had to explain to us all the rest of consequences about not to belong to the euro or the European Union anymore.

As I explained before, in this process parliaments of the countries and regions are losing power to decide their own decisions. And at the same time, EU parliament and European Commission are earning power. Consequently, there are regional groups of people against because of this loss of power to decide. Although in general, these changes are better for citizens, there can be companies against because, for instance, they prefer not to be regulated by EU policies. In this point, we could see a good example with banks in Spain. Until 2011 approximately, banks in Spain and Europe didn’t have any problems with their governments. Since 2011, banks have been doing a lot of changes in their accountancy in order to be profitable and not to be a problem for their countries and citizens (7).

On the other hand, European Union is less popular among its young citizens. In my opinion, the main reason is the huge unemployment rate among this population (54,6% in Spain) (8). They can think that politicians in Europe could do more things in order to solve this important problem. Consequently, they are more exposed to the drastic solutions of several politicians about leaving Europe in order to earn competitiveness in the world.

To sum up, I believe that European Union has, on the whole, a positive influence in its society and industries. It has very good programs to develop the continent in a large variety of fields: Erasmus or Leonardo Program in education, European Regional Development Fund in infrastructures (9)… In spite of the fact that, EU only manages 1% of the budget in the EU, its programs are very popular in the society (10). In my opinion, it could be a good idea to develop special programs in order to low the unemployment rate in the first place. Secondly, to develop other programs in order to increase the mobility and the prosperity of the citizens in Europe. Thus, the EU paradox can decrease or disappear in the next future.

The EU Paradox – Juan Antonio Corbalán

1. Palestra de vídeo 1-3. O que é Europa: o nascimento da Europa. Course Understanding Europe: Por que é importante e o que ele pode oferecer. HEC Paris.

2. http://www.diariodelanzarote.com/noticia/los-comerciantes-recelan-de-la-peatonalizaci%C3%B3n-%E2%80%9Cse-ve-menos-movimiento-y-viene-menos-gente%E2%80%9D

3. http://www.bolsamania.com/noticias-actualidad/pulsos/El-26-de-los-alemanes-quiere-salir-del-euro-en-un-duro-reves-para-Angela-Merkel–0720130311165341.html

4. http://www.aprendemas.com/Noticias/html/N13663_F03032014.html

5. http://www.rtve.es/noticias/20130918/30-espanoles-apuesta-dejar-euro-volver-peseta-segun-estudio/747340.shtml

6. http://www.expansion.com/2013/05/06/economia/1367870531.html

7. http://www.expansion.com/2013/11/15/empresas/banca/1384533914.html

8. http://www.aprendemas.com/Noticias/html/N13663_F03032014.html

9. http://europa.eu/legislation_summaries/agriculture/general_framework/g24234_es.htm

10. Palestra de vídeo 1-7. Debunking some of the European myths. Course Understanding Europe: Por que é importante e o que ele pode oferecer. HEC Paris.

Deixar uma resposta